xml !

quarta-feira, outubro 01, 2008

1808-2008 DOIS SÉCULOS DE IMPRENSA

Tenho o privilégio de amanhã participar no

COLÓQUIO INTERNACIONAL 1808-2008 DOIS SÉCULOS DE IMPRENSA

Realiza-se, amanhã e depois, 2 e 3 de Outubro de 2008, o Colóquio 1808 - 2008. Dois Séculos de Imprensa organizado pelo Grupo de Investigação Estudos de Comunicação e Educação (coordenado por Isabel Vargues, docente da Universidade de Coimbra e investigadora do CEIS20, Centro de Estudos Interdisciplinares do Século XX). O objectivo é "aprofundar temas relacionados com a história da imprensa e dos meios de comunicação nos séculos XIX e XX bem como apontar novos desafios".

Local: Auditório da Universidade de Coimbra.

O programa é o seguinte:

2 de Outubro (Quinta-feira)

9:30 - Sessão de Abertura
10:00 - Conferência de Abertura - José Marques de Melo (Universidade Metodista de S. Paulo). Apresentação por Isabel Ferin (FLUC/CIMJ)

11:00 Mesa Redonda – A Imprensa no Século XIX.
Moderação: João Rui Pita (FFUC / CEIS20)
Intervenientes:
Ana Teresa Peixinho (FLUC / CEIS20) - «Jornalismo e Literatura no século XIX: uma introdução»;
Isabel Nobre Vargues (FLUC / CEIS20) - «O Conimbricense, um jornal exemplar na imprensa local e nacional»;
José Miguel Sardica (UCP) - «“Parler le language des foules”. Napoleão e a opinião pública em Portugal (1807-1809)»

14:30 - Mesa Redonda – O Jornalismo no século XX.
Moderação: Mário Matos e Lemos (CEIS20).
Intervenientes: José Carlos Abrantes (Ex-Provedor do Leitor Diário de Notícias) - «Imprensa e Internet: da conversa de café à CNN do Século XXI»;
Carlos Camponez (FLUC / CIMJ) - «Da vulgata localista à vulgata da proximidade - crítica da economia de proximidade dos media»;
João Figueira (FLUC / CEIS20) - «A luta política como critério noticioso»

16.00 - Comunicações Livres -
Apresentação: Luís Mota ( ESEC/CEIS20).
Intervenientes: João Rui Pita (FFUC / CEIS20) - «Farmácia, Medicamentos e Saúde Pública na Minerva Lusitana»;
Lennon Schneider (Mestrando na UC) – “Hipólito José da Costa e o Correio Braziliense – pioneiros do jornalismo luso-brasileiro”;
Noémia Malva (CEIS20) - «O Jornal República Portuguesa e o jornalista João Chagas»; Marco Gomes (Doutorando na UC) - «A imprensa portuguesa na Revolução de Abril: novas formas de comunicar política»

3 de Outubro (Sexta-feira)
9:30 - Mesa Redonda –
Novos Desafios dos Media.
Moderação: Maria João Silveirinha (FLUC / CIMJ).
Intervenientes: Clara Almeida Santos (FLUC / CEIS20) - «Dos mass media aos mess media?»;
Sílvio Santos (FLUC / RDP) - «Para onde vai a rádio? Perspectivas de desenvolvimento do sector privado e do serviço público»; Bruno Vicente (Diário de Coimbra) - «Jornalismo Regional: mecânicas de trabalho»

11:15 - Conferência de Encerramento - Jesus Timóteo Alvarez (U. Complutense de Madrid) - «Revoluciones Inutiles». Apresentação por Isabel Nobre Vargues (FLUC /CEIS20)


Na minha comunicação defenderei que a internet é hoje um modo de sociabilidade poderoso, guardando assim características de proximidade, outrora presentes nas mesas de café. Essa forma de sociabilidade é compatível com outras formas de sociabilidade assentes na interaccção não mediada. Estar na internet como se está na mesa de café é ao mesmo tempo igual e diferente a essas antigas tertúlias pois as interacções na net, vistas a nível mundial, são um factor de uniformização poderoso, fazendo lembrar o papel que a CNN teve quando surgiu nos EUA e no mundo. Mas no século XXI esse papel aglutinador esta mais ligado à internet do que à televisão. Também os utensílios de que dispomos são muito mais diversificados e poderosos que o jornal papel , outrora centro das tertúlias. Google, enciclopédias, dicionários, blogues, sites riquíssimos são hoje instrumentos em acessibilidade imediata, ao alcance de um click e do maior ou menor saber, como em todos os tempos.

Tentarei reflectir também sobre alguns desafios que a imprensa escrita tem agora à sua frente com a internet.