xml !

quinta-feira, dezembro 28, 2006

"Repercussão da notícia
Justiça livra emissora de indenizar ex-delegado demitido

A rede de Televisão Anhangüera, em Goiânia, está livre de indenizar o ex-delegado Osvalmir Carrasco. A emissora divulgou a demissão de Carrasco e enfatizou que ele foi demitido por causa de seu suposto envolvimento com roubo de veículos. A decisão é do desembargador Rogério Arédio Ferreira, da 3ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça de Goiás. Cabe recurso.

Na primeira instância, a emissora foi condenada a pagar R$ 2,2 mil por danos materiais e R$ 60 mil por danos morais ao delegado demitido. Ela recorreu da decisão no TJ goiano. Os desembargadores acolheram o pedido. Anularam a sentença porque o laudo da perícia foi feito sem a participação ou conhecimento do ex-delegado."


Pode ler uma notícia mais extensa aqui.