xml !

sábado, maio 27, 2006

REGULAR OS MEDIA

O presidente da Entidade Reguladora da Comunicação dá hoje uma entrevista ao DN. A ideia dos poderes policiais é mais uma vez afastada pelo presidente da ERC.

No Público também se dá atenção às intenções e deliberações da ERC.

"A ERC - Entidade Reguladora para a Comunicação Social pronunciou-se ontem sobre a polémica instalada em torno do livro Sob o Signo da Verdade, do deputado socialista Manuel Maria Carrilho, que se insurge contra a isenção e critérios jornalísticos, com exemplos concretos. A entidade acha por bem proceder à realização de audições com "diversos intervenientes", em data brevemente a anunciar. Mas também esclarece que a ERC não intervém por solicitação externa, mas apenas quando acha conveniente. No comunicado de ontem, a entidade reguladora frisa considerar lamentável o carácter genérico e indiferenciado com que o autor do livro se reporta à comunicação social.


erc 2
Capa do 24 Horas foi "lesiva" para D.Policarpo

A ERC deliberou que a capa do 24 Horas do passado dia 27 de Abril, cuja manchete dizia "Bispos pedem inquérito à violação de Bibi por um padre", trazendo uma imagem do cardeal-patriarca ao lado, foi lesiva da pessoa de D. José Policarpo. O regulador entendeu que a capa era "atentatória da sua honra e consideração, para além de constituir um acto grave de desinformação porque causador de confusão nos leitores".

ERC 3
Cobertura abusiva da SIC
da operação Oriente
A cobertura que a SIC fez a 30 e 31 de Março de uma acção de fiscalização a restaurantes chineses (que a Autoridade de Segurança Alimentar e Económica, chamou de operação Oriente), foi abusiva dos direitos privados das pessoas objecto da acção de fiscalização e usou generalizações abusivas, segundo a deliberação da ERC."