xml !

quarta-feira, março 22, 2006

IMAGENS (E SONS) COM PROVEDORES

post que coloquei em 27 de Maio de 2005, no blogue As Imagens e Nós.


Algumas rádios e televisões instituíram já provedores dos ouvintes e dos espectadores. Eis alguns links úteis para ter mais informação sobre este assunto:

AUSTRÁLIA
Murray Green é ombudsman na Australian Broadcasting Corporation e tem a ver com a rádio, televisão e internet. A sua intervenção está prevista para os casos de não satisfação a uma primeira resposta.

BRASIL
Osvaldo Martins é o primeiro ombudsman da televisão brasileira, na TV Cultura de S. Paulo.

CANADA

A Société Radio Canada tem um ombudsman para os serviços em francês, Renaud Gibert , que esteve entre nós no Curso da Arrábida, A Construção do Olhar, em 2000. Está em funções desde 1 de Março de 2000. Nesta página pode ver os seus relatórios anuais.

Tem outro ombudsman para os serviços em língua inglesa, David Bazey.

COLOMBIA
Consuelo Cepeda é a defensora del televidente da RCN Television. O email de Consuelo Cepeda é defensor@canalrcn.com

DINAMARCA
Tem desde Janeiro de 2005 um viewer’s and listener’s editor pois na Dinamarca a designação ombudsman é apenas permitida para o Provedor de Justiça. A actividade de Jacob Mollerup, da Danish Radio, engloba a rádio, a televisão e a internet.

EUA
Jeffrey Dvorkin é o ombudsman da National Public Radio
e esteve em Portugal no Falar Televisão 20, em Abril 2005. Na página web pode ter acesso a outros textos escritos pelo ombudsman, ao guia de ética para a rádio pública, ao estatuto do ombudsman, etc.



FRANÇA
Tem um provedor de informação (médiateur) na France 2 que é Jean Claude Allanic

e um na France 3, Marie Laure Augry que esteve no último Falar Televisão (20) realizado em Abril, na Fundação Luso Americana.

Tem também um provedor de programas, Alain Le Garrec.

Os anteriores provedores de informação Didier Epelbaum e a anterior provedora de programas, Geneviève Jacquinot, colaboraram em dois Cursos da Arrábida (2000 e 2001, A Construção do Olhar e Públicos, Televisão, respectivamente). Por outro lado, Didier Epelbaum foi o primeiro convidado da série de conferências Falar Televisão tendo feito uma intervenção sobre A carta de princípios de France Télévisions que, nessa altura (Fevereiro de 2002), estava a ser ultimada.

Pode aceder também ao
Espace Télépécateurs.

PERU
Esteve na 25 a conferência da Organisation of News Ombudsman (ONO) o jornalista peruano Paulo Ramirez. A sua televisão, Canal 13, estuda a criação de um lugar de ombudsman.


PORTUGAL
Foi muito bem acolhida na conferência da ONO a notícia de que em Portugal está em preparação a implementação dos provedores de ráio e televisão na Rádio e Televisão de Portugal.


Há ainda o site da ONO, Organisation of News Ombudsman.

Há um texto de Geneviève Guicheney , ex provedora de programas de France Télévision, de uma intervenção no Curso da Arrábida “Públicos, Televisão”. No Curso A Construção do Olhar”” também houve as intervenções de Didier Epelbaum e de Renaud Gilbert bem como uma mesa redonda sobre este assunto.