xml !

sábado, outubro 29, 2005

CÁ DENTRO A Construção do Olhar

"O olhar tem sido historicamente construído. A construção do olhar é um acto individual, mas também um dado social, diferente de pessoa para pessoa, variável segundo as tecnologias que produzem os olhares e segundo os modos de ver dominantes numa época.

Este livro resulta de uma reflexão que especialistas portugueses e franceses realizaram num Curso da Arrábida. A concepção que o atravessa é que aos objectos vistos (televisão, cinema, fotografia, ...) se junta hoje o olhar dos espectadores, que apropriam as imagens. E as imagens são ilusões, mesmo quando retratam com realismo o mundo. Além desta constatação, importa considerar que cada público constrói as suas visões dos objectos vistos. Se o olhar se constrói, urge considerá-lo como objecto de ensino e de vivência quotidiana. E contextualizá-lo numa relação de cidadania com os objectos vistos e construídos pela televisão, pelo cinema, pela fotografia, pela imagem digital. Ou interrogá-lo nas cidades e nos outros espaços em que estamos inseridos."

O livro, cuja apresentação assinalo ao lado, tem textos de
José Carlos Abrantes, (texto sobre a evolução do olhar);
Monique Sicard, (texto sobre o olhar (d)a televisão);
Didier Epelbaum, (texto de um provedor de televisão francês sobre o olhar dos telespectadores);
Renaud Gilbert, (texto de um provedor de televisão canadiano);
Eduardo Cintra Torres, (o olhar do crítico);
Serge Tisseron, Hannah Davies, Cristina Ponte, (textos sobre o olhar das crianças nas suas relações com os media);
Jean-Pierre Esquenazi, (o olhar dos espectadores de cinema).

Olhares cruzados, olhares construídos, olhares que se ensinam, olhares que se descobrem. Está convidado(a) para dia 15 de Novembro, 3a feira, 18h 30, Livraria Bertrand, Picoas Plaza.